o novo e o velho

Esta postagem estava na gaveta faz tempo. agora ela sai. só pra atualizar isso aqui hehe

abraços

O tempo (detalhe)

um dos meus desenhos antigos…

faz tempo que não pego no lapis pra fazer um desses.. hoje é praticamente impossivel.

“o tempo que passa, é o vento que sopra e o que resta, são apenas sobras… ”

esta é uma sobra.

Postagem de Fim de ano

Para finalizar o ano vou postar alguns desenhos e ilustrações decorrentes desses 12 longos/curtos meses

bom 2009 a todos nós.

Esta foi para o ETC&Traço com o tema Samurai + Espaço

Faroeste Caboclo: esta ilustração era para o TNTema, o tema era Faroeste, porém não terminei a tempo (na verdade ainda não está pronta, esse é só o fundo dela. quem sabe em 2009 ela fica pronta)



Este foi um estudo de uma estampa para Litografia.

o resultado foi quase semelhante.

Um projeto de desenho que iniciei esse semestre inspirado em trabalhos da artista Mira Schendel. ( se alguém quiser dar uma olhada nesses trabalhos que me inspiraram é só ir na Estação Pinacoteca em São Paulo.)

esse foi o primeiro estudo. o segundo esta mais limpo. e pretendo chegar em algo mais e mais leve. uma cor, camadas e linhas.

E para Finalizar, esse rabisco aqui totalmente descontraído

só pra dizer que ano que vem esses caras vem pra SP e eu Vou estar lá cantando as musicas que povoam meus dias. hehe

2009. espero que seja bom para todos a minha volta de alguma forma.

abraços!

Devaneio

No Silêncio

Aquilo que fica no silêncio

E que nada pode acordar

Aquilo que morrerá comigo

Quando tudo acabar.

Aquilo que não posso te dizer

Aquilo que não quer escutar

São marcas do que pode acontecer

São coisas que não quero deixar.

Tem coisas que massacram no silêncio

Palavras que morrem na garganta

Desejos são presos no peito.

Mutilações de possíveis mudanças.

Quantas alegrias morreram no silêncio

Quantos “quase” se fizeram no vazio

Quantos caminhos acabaram destruídos,

quantos sonhos se perderam consigo.

Para você que me deixou ir

Que não quis lutar com medo de se ferir

Que não me deu aquilo que merecia,

Espero que encontre o que você queria

Espero que não se perca em mórbidas fantasias

Espero que pare de fugir.

Para você que me segurou,

Que quebrou o silêncio que me suprimia

Que com um olhar fez de musica a minha sala.

Espero estar contigo a cada momento.

Espero ser este o fim do tormento

Espero encontrar o que me levaram no vento.

1 2 3